top of page

“Câncer não é doença” diz médico ganhador do Prêmio Nobel, que explicou o que o câncer realmente é

Atualizado: 29 de fev.




Uma descoberta incrível, reconhecida pela medicina, que poucas pessoas conhecem. Ela pode mudar a vida de muita gente, inclusive a sua. Vamos espiar?


Otto Heinrich Warburg (1883-1970) foi um médico e bioquímico alemão, ganhador do Prêmio Nobel de Medicina por descobrir a causa primária do câncer.


Prêmio Nobel é amplamente considerado como o mais prestigioso prêmio disponível nos campos da literatura, medicina, física, química e paz.

“Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos (pobres em oxigênio), enquanto que os tecidos saudáveis são levemente alcalinos (ricos em oxigênio).”


A chave de tudo está no oxigênio:  a acidez expulsa o oxigênio das células, enquanto células alcalinas possuem oxigênio:


“A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro.” 


O médico afirmou:


“Privar uma célula de 35% de seu oxigênio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena.”


Então, o que Otto diz é simples: um organismo ácido está propenso ao câncer, pois nesse ambiente as células ficam sem oxigênio e não “respiram”. O ideal é um organismo levemente alcalino.


Você deve estar se perguntando: o que deixa um organismo ácido e pré-disposto ao câncer?


Para Warburg, a péssima alimentação e o sedentarismo são os grandes vilões.


Em outras palavras: comer mal e não fazer exercício físico. Então, aquele biscoitinho recheado não é tão inofensivo como parece.


Vale lembrar que quanto mais velhos ficamos, mais o nosso organismo tende a ficar ácido, então, o cuidado precisa ser redobrado.


Alimentos acidificantes, açúcar, farinhas, refrigerantes.


Alimentos alcalinizastes, limão, pepino e óleo de coco.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page