top of page

Mantendo uma dieta saudável com câncer de mama

Atualizado: 19 de fev.



Comer uma dieta equilibrada é especialmente importante quando você tem câncer de mama. A nutrição adequada pode ajudar seu corpo a se curar do tratamento do câncer, que pode ter vários efeitos colaterais, como feridas na boca, baixo apetite, náuseas e vômitos.


Uma alimentação saudável pode ajudar você:


  1. manter um peso corporal saudável

  2. manter o tecido do corpo saudável

  3. diminuir os sintomas do câncer e os efeitos colaterais do tratamento

  4. manter seu sistema imunológico forte

  5. manter sua força e reduzir a fadiga

  6. melhorar sua qualidade de vida


Se você está tendo dificuldade em comer o suficiente, use essas dicas para obter mais nutrição em sua dieta diária.


Alimentos para comer:


Se você tem câncer de mama, provavelmente está passando por quimioterapia, terapia hormonal ou está tomando medicamentos direcionados ao HER2. Seu tratamento depende sobre o tipo e estágio do seu câncer. Você também pode precisar de radiação. Entre os diferentes efeitos colaterais, você pode ter perdido o apetite.


Normalmente, você receberá esses tratamentos depois de já ter sido submetido a uma cirurgia conservadora da mama, também conhecida como mastectomia parcial ou mastectomia total.


Lidar com os tratamentos e as mudanças físicas pode ser difícil. Pesquisas mostram que cerca de 50% das pessoas com câncer de mama têm depressão ou ansiedade. Como o câncer de mama pode afetar significativamente sua saúde física e mental, pode afetar negativamente seu apetite.


Embora possa ser difícil, fazer boas escolhas alimentares pode ajudar a nutrir seu cérebro e corpo enquanto você continua lutando contra a doença. Criei este guia para ajudar a tornar mais fácil comer direito.


Guia alimentar do câncer de mama:


Não existe uma dieta específica que seja recomendada para pessoas com câncer de mama. Suas necessidades nutricionais podem variar dependendo de muitos fatores que incluem outros diagnósticos médicos, seu peso corporal, deficiências nutricionais, medicamentos e quaisquer sintomas que você esteja enfrentando no momento.


Sua equipe médica, incluindo um nutricionista especializado em nutrição oncológica, pode ajudá-lo a elaborar um plano alimentar adequado, específico para suas necessidades e saúde geral. Os seguintes alimentos são baseados em recomendações gerais para manter a saúde ao viver com câncer de mama:


  1. alimentos integrais e ricos em nutrientes, como frutas e legumes, grãos integrais, fontes de proteína como frango e peixes gordurosos como truta ou salmão e fontes de proteínas à base de plantas, como lentilhas e nozes.

  2. alimentos ricos em gorduras e proteínas saudáveis. Se você precisar manter ou ganhar peso, incorpore fontes de gordura saudável, como nozes e sementes, abacate e azeite extra virgem, além de fontes de proteína como ovos, frango, lentilha e peixe. Alimentos ricos em proteínas são especialmente importantes para manter a massa muscular.

  3. líquidos misturados como milkshake, smoothies, sucos ou sopas para aqueles momentos em que você não sente vontade de comer alimentos sólidos

  4. alimentos ricos em fibras, como grãos integrais, sementes de linhaça, legumes e frutas para tratar a constipação.


Fitoquímicos:


Comer alimentos que tem certos compostos conhecidos como fitoquímicos pode ajudar seu corpo a combater o câncer. Esses produtos químicos estão presentes principalmente em alimentos à base de plantas.


Mas, uma nota de cautela, alguns estudos mostram que esses compostos podem ajudar a reduzir o risco ou a recorrência do câncer, mas são necessárias mais pesquisas para determinar o efeito preciso desses compostos nos cânceres existentes em comparação com o risco de câncer.


Siga estas orientações sobre os tipos de vegetais e frutas para comer e quais produtos químicos eles tem :


Mais amplamente, as pesquisas demonstram que quando o paciente que vive com câncer de mama comem mais frutas e vegetais (especialmente vegetais de folhas verdes ou crucíferas), seu risco de sobrevivência pode ser maior.

Comer mirtilos, por exemplo mostra uma associação mais forte com menor mortalidade por câncer de mama, bem como mortalidade por outras causas. Por outro lado, beber muito suco de frutas (exceto suco de laranja) mostra uma associação com menores taxas de sobrevivência ao câncer de mama e outras causas.

Os pesquisadores pensam que, além dos fitoquímicos nos produtos, o índice glicêmico de vegetais e frutas também pode ser um fator de sobrevivência ao câncer de mama, mas são necessárias mais pesquisas.

Outra pesquisa também mostra que beber aproximadamente cinco xícaras de chá verde por dia ou mais pode reduzir o risco de recorrência do câncer de mama.


Alimentos a evitar:


Quando você está se sentindo mal devido aos efeitos colaterais relacionados ao tratamento, você pode tolerar apenas alimentos específicos. Quando você está se sentindo bem, é melhor seguir uma dieta rica em nutrientes, cheia de alimentos integrais, como frutas, vegetais, fontes de proteína como frango e peixe, alimentos ricos em fibras, como feijão, e gorduras saudáveis, como abacate, azeite e nozes.


Em determinadas situações determinadas pelo seu médico, pode ser necessário evitar ou reduzir o consumo de alimentos e bebidas específicos, incluindo:


  1. Álcool. Cerveja, vinho e licor não podem interagir com os medicamentos contra o câncer que você toma. Há também algumas evidências limitadas de que o consumo de álcool pode aumentar o risco de recorrência e mortalidade por câncer de mama existente.

  2. Alimentos picantes, crocantes ou ácidos. Estes podem aumentar a dor na boca, que é um efeito colateral comum da quimioterapia.

  3. Alimentos mal cozidos. Se você tem câncer de mama, corre um risco maior de desenvolver infecções. Evite alimentos crus como sushi e ostras durante o tratamento. Cozinhe carnes, peixes e aves a uma temperatura segura antes de comê-los. Por razões semelhantes, evite nozes cruas, alimentos vencidos ou mofados ou sobras que tenham ficado na geladeira por mais de 3 dias.

  4. Carne vermelha e processada. O risco de mortalidade foi associado com níveis mais baixos na qualidade da dieta. As carnes vermelhas e alimentos processados corresponderam aumento do risco de qualquer tipo de câncer.

  5. Bebidas açucaradas. Consumir menos açúcar adicionado pode ajudá-lo a manter um peso saudável e diminuir o risco de metástase.

  6. Alimentos altamente processados ​​e grãos refinados. Um estudo prospectivo de 2018 encontrou um aumento do risco de câncer de mama para pessoas que comem alimentos ultraprocessados.


Tipos de dieta:


Se você estiver lendo sobre o câncer de mama online, poderá encontrar alegações de que uma dieta ou outra pode curá-lo. Desconfie dessas afirmações exageradas.


De um modo geral, pesquisas mostram que comer uma dieta equilibrada com muitas frutas, legumes, grãos integrais, aves e laticínios com baixo teor de gordura pode ter um impacto positivo na sobrevivência ao câncer. Em contrapartida, comer alimentos processados, alimentos com alto teor de açúcar ou frituras pode ter um impacto negativo.


Portanto, qualquer dieta como a dieta mediterrânea por exemplo que incentiva esse tipo de alimentação pode ajudar na recuperação do câncer.


Se você quiser experimentar as seguintes dietas, leve em consideração estas precauções:


A dieta Keto:


A dieta cetogênica é um plano alimentar com alto teor de gordura e baixo teor de carboidratos que recentemente ganhou popularidade. Você corta drasticamente os carboidratos para colocar seu corpo em um estado de cetose, onde é forçado a queimar gordura armazenada para obter energia.


Embora alguns estudos tenham mostrado que a dieta cetogênica é promissora para certos tipos de câncer, não foi comprovado que ela trata o câncer de mama. Também pode alterar o equilíbrio químico em seu corpo o que pode ser arriscado.


Dieta à base de plantas:


Uma dieta baseada em vegetais significa que você come principalmente alimentos como frutas, legumes, grãos, legumes, nozes e sementes. Isso é semelhante a uma dieta vegetariana ou vegana, mas muitas pessoas que seguem dietas à base de plantas ainda comem produtos de origem animal.


No entanto, eles limitam sua ingestão.


O Instituto Americano de Pesquisa do Câncer recomenda seguir uma dieta baseada em vegetais para a prevenção do câncer. Sua pesquisa mostra que os sobreviventes de câncer também podem se beneficiar dessa dieta. A dieta permite que você obtenha fibras, vitaminas, minerais e fitoquímicos de alimentos vegetais, além de obter proteínas e nutrientes de produtos animais.


Em última análise, qualquer dieta que você tente deve conter um equilíbrio saudável de nutrientes, proteínas, calorias e gorduras saudáveis. Ir ao extremo em qualquer direção pode ser perigoso. Antes de tentar qualquer nova dieta, verifique com seu nutricionista e médico para se certificar de que é seguro para você.


Dieta mediterrânea:

Se você seguir a dieta mediterrânea, significa que está comendo uma grande variedade de frutas e vegetais, além de grãos, nozes e sementes. Esta dieta também azeite extra virgem, feijão, laticínios e proteínas como frango, ovos e peixe em menor quantidade.


A comida que você come com esta dieta tende a não ser processada. Você bebe o mínimo de álcool, geralmente vinho, e normalmente com as refeições. A dieta minimiza açúcar, sal e gordura saturada e não inclui muitas carnes processadas.Vários estudos mostram que aderir à dieta mediterrânea pode reduzir o risco de câncer de mama e têm um efeito positivo sobre a mortalidade por câncer de mama. Além disso, a pesquisa também sugere que a dieta pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, reduzir a dor e aumentar seu bem-estar geral. Mas, pode não ser possível descartar completamente outros fatores que possam contribuir para esses resultados.


Dicas para uma alimentação saudável:


Os sintomas do câncer de mama e os efeitos colaterais do tratamento podem fazer com que você se sinta muito mal para cozinhar, planejar refeições ou comer normalmente. Aqui estão algumas dicas para ajudar a tornar a alimentação saudável mais fácil.


  1. Reduza o tamanho das suas refeições. Náuseas, inchaço e constipação podem dificultar a ingestão de três grandes refeições por dia. Para obter as calorias que você precisa, coma em porções menores cinco ou seis vezes ao dia. Adicione lanches como ovos cozidos, yogurte com frutas e manteiga de amendoim em biscoito integral ou maçãs.

  2. Reúna-se com um nutricionista registrado. Um nutricionista pode ajudá-lo a elaborar um plano de refeições saudáveis ​​que atenda às suas preferências alimentares e necessidades nutricionais. Eles também podem ensinar maneiras de gerenciar os efeitos colaterais do tratamento do câncer, como náusea, para que você possa comer uma dieta mais equilibrada. Se puder, trabalhe com um nutricionista que tenha experiência no tratamento de pessoas com câncer de mama. Peça ao seu oncologista ou enfermeiro para recomendar alguém.

  3. Use utensílios diferentes. Às vezes, a quimioterapia pode deixar um gosto ruim na boca que dá aos alimentos um sabor desagradável. Certos alimentos como carne podem ter um sabor metálico. Para melhorar o sabor dos alimentos, evite utensílios de metal e utensílios de cozinha. Em vez disso, use talheres de plástico e cozinhe com panelas e frigideiras de vidro ou cerâmica.

  4. Adicione mais fluidos. Se sua boca dói demais para comer alimentos sólidos, inclua uma nutrição com mais líquidos, como smoothies ou bebidas nutricionais. Além disso, os efeitos colaterais do tratamento, como vômitos e diarreia, podem desidratar seu corpo. Beba pelo menos 3 litros de água por dia. Enquanto você está recebendo tratamento, acrescente sucos de frutas 80% vegetais e 20% frutas e limite a cafeína.


Receitas:


Existem muitas receitas que utilizam ingredientes saudáveis. Cozinhar sua própria comida o ajudará a saber exatamente o que vai em suas refeições e o ajudará a evitar o que pode lhe causar danos.


Pode ser útil planejar e preparar as refeições com antecedência. Dessa forma, é mais provável que você mantenha um plano de alimentação saudável. Crie um plano de refeições para a semana inteira e cozinhe as refeições de uma semana inteira no fim de semana, quando tiver mais tempo. Se você está cansado demais para cozinhar ou não suporta o cheiro, peça a um amigo ou parente para preparar as refeições para você.


Comer uma dieta nutritiva quando você tem câncer de mama tem muitos benefícios para a saúde.


Não só pode fazer você se sentir melhor mais rápido, mas pode aumentar seu sistema imunológico e mantê-lo forte. Se você está pensando em tentar uma nova dieta ou está tendo problemas para seguir um plano de alimentação saudável, converse com seu médico ou nutricionista.




0 visualização0 comentário

Комментарии

Оценка: 0 из 5 звезд.
Еще нет оценок

Добавить рейтинг
bottom of page