top of page

Sua dieta saudável pode não ser tão saudável assim

Atualizado: 28 de fev.

Alimentos in natura, aqueles que não passaram por processos industriais, devem ter prioridade na mesa(foto: Ani Davidiani/Pixabay)

A regra parece simples. Se quer ter uma dieta saudável, basta consumir comida de verdade. Mas nem todos conseguem, querem ou sabem diferenciá-la.


A alimentação básica e saudável é simples. Ou seja, não há nenhum mistério para conseguir alcançá-la e não se demandam recursos financeiros altos. “O primeiro aspecto é a variedade de alimentos de grupos diferentes. Os alimentos quando  preparados devem ser de forma criteriosa.


É preciso dar preferência, sempre que possível, aos crus, de acordo com o tipo, claro. Se cozidos, em especial, no vapor, assim como assados e grelhados, para quem come alimento natural, faz disso uma rotina.


No fim, na busca por comer melhor e com mais qualidade. A correria do dia a dia não pode ser desculpa para nada. Tudo é questão de prioridades e de gostos. E mais, a dieta não é a única coisa que deve fazer parte da rotina saudável, mas a prática do exercício físico também é obrigatória como componente de vida saudável.


Moda, crendice, mágica, milagre… Parece surreal, mas a realidade é que, de tempos em tempos, um alimento ou outro surge como a solução para todos os problemas: do mais saudável ao que cura, daquele que emagrece ao que retardará o envelhecimento… Fale sério. A questão é que milhares de pessoas ainda caem na história dessas “novidades”. O ser humano gosta de ser enganado. Ele sempre busca fórmulas mágicas para solução de problemas.


A vida é feita de prazeres também, o que não pode é o prazer ser a rotina.


Frituras não devem fazer parte da rotina do preparo. Ou seja, devem ser exceção. Muitas pessoas dizem que comem pouco, mas quando se avalia, o preparo é completamente inadequado, com adição de grande quantidade de gordura.


Existe uma verdadeira hipnose de embalagens que vendem muitos alimentos como verdadeiros “remédios” do bem, mas que, na realidade não o são. E estão repletos de conservantes, estabilizantes, aditivos e corantes. O mercado de produtos que só parecem saudáveis aumenta a cada temporada, e junto com todas essas novidades aumentam também as doenças como obesidade, diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto, cânceres entre outras .


Todos deveriam ter de ler os rótulos, contudo, a maioria das pessoas não tem conhecimento para interpreta, ler o rótulo é uma forma de tentar entender melhor o que está sendo levado para casa e, logo, consumido.


Só assim vamos escolher melhor na hora da compra. Leia as letras pequenas.




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page