top of page

MORANDO NO EUA!!!

Atualizado: há 2 dias




Não que eu tenha desistido do Brasil, mas acho que o Brasil desistiu da geração dos meus filhos e todas que estão por vir.  E, quando eu falo futuro melhor, não tem nada a ver com bens materiais.


Aqui nos Estados Unidos, nós sentimos o respeito e o valor que existe por cada cidadão dessa nação e um amor à pátria extraordinário. Aprendemos que é com criança que se constrói um país


É verdade que qualquer brasileiro que chega aos Estados Unidos se encanta com tudo. A limpeza, a organização, a oferta de produtos baratos, a segurança e educação do povo são só alguns exemplos.


Morando aqui, você começa a achar isso tudo comum, porque nos encantamos com algo tão óbvio e que deveria ser primário em qualquer lugar do mundo.


Por outro lado, começamos a vivenciar coisas que nos mostram as verdadeiras razões por eles serem um país de primeiro mundo e que merece todo o nosso respeito. Tenho realmente me deslumbrado, não com o carro que pude comprar ou a casa que escolhi para morar, mas com coisas que realmente farão toda a diferença na vida dos meus filhos: a educação e o verdadeiro sentido de cidadania.


Afinal, não adianta ser cidadão e amar um país, de quatro em quatro anos, apenas numa Copa do Mundo. Ser cidadão é construir um país desde pequeno. É plantar a semente que gerará os frutos do futuro.


Solidariedade e respeito ao próximo


Dizem que o povo americano é frio, mas não sei se a palavra que melhor os descreve seria exatamente essa. Americanos são práticos, objetivos e, ao contrário do que muitos pensam, solidários e respeitosos ao extremo. Vamos começar com um exemplo simples: a escola e a principal refeição do dia, o café da manhã, são gratuitos e todos tem acesso.


O voluntariado é uma prática mais do que estimulada e, para você sair da high school (o Ensino Médio de lá), você precisa completar uma carga horária de trabalhos voluntários para o governo. Eles aprendem desde cedo a doar dinheiro, roupa e parte do seu tempo ao próximo .


Aprender para a vida


O transporte e o hospital não são públicos, mas a educação sim. É a escola que formará cidadãos e governantes. Os empregos são todos dignos e respeitados: policiais têm orgulho da sua profissão, bombeiros desempenham com ardor seu trabalho.


O grande trunfo deles é este: fazer da escola a escola da vida.


Eu sou encantada com o espírito de coletividade que esse povo tem. Aqui não há espaço para o jeitinho ou vantagem. Aqui se confia até que se prove o contrário e nos mostram que esperto é aquele que sabe se doar, fazer bem feito, atender com cordialidade, dar a vez. Porque uma hora você doa, outra hora você precisa. Ninguém constrói nada sozinho, precisamos respeitar o espaço do próximo para vivermos em paz e harmonia e ir rumo ao desenvolvimento de um país.


É de pequeno que se ensina. É de pequeno que se educa. E o americano sabe fazer isso como ninguém.


Ele não espera o filho crescer para entender esses fundamentos, ele faz a criança assimilar o que não é preciso entender, é preciso ser.





0 visualização0 comentário
bottom of page